[MINICURSO] Ética em Pesquisa

 O Laboratório de Metodologia do IRI/PUC-Rio realizou os dois primeiros encontros do Minicurso “Ética em Pesquisa” coordenados pelxs professorxs Antonio Carlos de Oliveira e Ilda Lopes Rodrigues da Silva, ambxs do Departamento de Serviço Social/PUC-Rio.

 Os dois primeiros encontros aconteceram nos dias 4 e  11 de dezembro de 2018 no auditório do IRI 2, à Rua Marquês de São Vicente, 232, Gávea, de14h às 17h. Essas sessões trataram de questões gerais sobre ética na pesquisa em Ciências Sociais e Humanas, além de abordarem especificamente a resolução 510 da PUC-Rio, a criação e o funcionamento do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da PUC-Rio, seus procedimentos e normas, que atualmente se aplicam a todas as pesquisas da universidade. Foram mencionados exemplos de formulários, termos de consentimento e desenho de pesquisa.

A terceira sessão do Minicurso aconteceu no dia 11 de Março de 2019, entre 15h e 18h no auditório do IRI 2. A mesma foi ministrada pelxs pesquisadorxs Manuela Trindade Viana (IRI-PUC-Rio), Renata Summa(IRI-PUC-Rio, e FGV) e Daniel Sebastián Granda (IRI-PUC-Rio), onde ouvimos sobre suas experiências com pesquisa de campo.

Os materiais utilizados nas três sessões bem como as gravações encontram-se disponibilizados abaixo:

Audio Sessão 04.12.2018- Professor Dr.  Antonio Carlos de Oliveira

Audio Sessão 11.0.2019 – Pesquisadoras Manuela Trindade, Renata Summa e Daniel Sebastian Granda Henao.

Apresentação de Slides 04.12.2018 – Professor Dr. Antonio Carlos de Oliveira

Apresentação de Slides 11.03.2019- Professora Dra. Manuela Trindade Viana


Antonio Carlos Oliveira

Possui graduação em Psicologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1987), mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1999) e doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2011). Atualmente é professor adjunto da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e líder do Grupo de Pesquisa do CNPq “Famílias, Violência e Políticas Públicas”. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Jurídica, atuando principalmente nos seguintes temas: famílias, cuidados, políticas públicas, violência intrafamiliar e abuso sexual.


Daniel Sebastian Granda Henao.

Candidato a doutor em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, sua tese de doutorado trabalha com a perspectiva de uma etnografia multisituada, desde a pesquisa ativa e engajada junto com as comunidades indígenas em resistência em Chiapas sobre o assunto da guerra e da autonomia como forma de compreender uma forma de decolonização da vida política e a ‘segurança’. É Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília. Formado em Ciência Política pela Universidad Nacional de Colombia- sede Medellín. Interessado em temas relacionados aos Estudos Decoloniais, Estudos de gênero e sexualidade, Política Internacional Latino-Americana, Segurança Internacional e Metodologias e Métodos de pesquisa nas ciências sociais.


Ilda Lopes Rodrigues da Silva

Possui Graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1964) e Mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1976). É Livre-Docente em Serviço Social pela Universidade Gama Filho (1994). Atualmente é professora associada do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, com atuação na Graduação e Pós-Graduação. Coordenadora do Grupo de Estudos “Diálogos com Hannah Arendt: Espaço Público e Política” no Departamento de Serviço Social da PUC-Rio. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em família, criança, adolescente, idoso e área de saúde. Desenvolve pesquisas, principalmente nos seguintes temas: violência doméstica, direitos da criança e do adolescente, direitos da mulher, direitos do idoso, serviço social e família. Estuda ética em pesquisa e filosofia política.


Manuela Trindade Viana

Professora do Instituto de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (IRI PUC-Rio), instituição em que também ocupa a posição de Coordenadora do curso de Graduação em Relações Internacionais. Doutora em Política Internacional pelo IRI PUC-Rio e Mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (DCP-USP). É pesquisadora-colaboradora do Global South Unit for Mediation (GSUM); Research Fellow do Centre for Military Studies (CEMIS), Faculty of Military Science, Stellenbosch University. Suas áreas de interesse incluem: profissionalização de policiais e militares e dinâmicas de multiplicação/transformação das fronteiras entre guerra e crime na política (internacional) contemporânea.


Renata Summa                                                                                                                            É doutora em Relações Internacionais pela PUC-Rio (com estágio doutoral na Open University, UK), mestre em Relações Internacionais pela Sciences-Po Paris e bacharel em Jornalismo pela Universidade de São Paulo. É professora do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio, e coordenadora adjunta da graduação no mesmo instituto. Foi pesquisadora visitante (2018) do Centro de Estudos do Sudeste Europeu em Graz, na Áustria. Autora de “Boundaries, Borders and Post Conflict Societies”, Palgrave, 2019.