Blog

Minicurso “Algumas abordagens quantitativas na metodologia de pesquisa social”, Profa. Dra. Moema Guedes (PPGCS-UFRRJ)

MINICURSO “ALGUMAS ABORDAGENS QUANTITATIVAS NA METODOLOGIA DE PESQUISA SOCIAL

Neste semestre de 2021.1, o Laboratório de Metodologia do Instituto de Relações Internacionais/PUC-Rio convida discentes e docentes do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais e professores do IRI a participarem do minicurso “Algumas abordagens quantitativas na metodologia de pesquisa social. Algumas vagas de número limitado também estão abertas para discentes e docentes de programas de pós-graduação, para além do IRI. Os minicursos são gratuitos, mas é obrigatória a inscrição pelos formulários abaixo indicados. As inscrições de candidaturas externas estão sujeitas à confirmação.

O Minicurso ”Algumas abordagens quantitativas na metodologia de pesquisa social” será ministrado pela Profª. Drª Moema Guedes, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. O Minicurso será oferecido nos dias 26, 28 e 30 de abril, das 18h às 21h, através da plataforma Zoom. A carga horária total do curso é de 9 horas.

Mais informações abaixo.

ALGUMAS ABORDAGENS QUANTITATIVAS NA METODOLOGIA DE PESQUISA SOCIAL

Ementa: o curso pretende apresentar de forma introdutória algumas técnicas de pesquisa de cunho quantitativo utilizadas na pesquisa social. Além de contextualizar o surgimento e possíveis utilizações busca-se explorar o diálogo entre metodologia e teoria partindo dos estudos de gênero e desigualdades.

Profª. Drª. Moema Guedes

A Profª. Drª. Moema Guedes é graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001), mestra em Estudos Populacionais e Pesquisa Social pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas (2004), doutora em Demografia pela Universidade Estadual de Campinas (2009) e pós-doutora em Sociologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2010). Atualmente é Professora Associada I do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), cargo que ocupa desde 2011. Desde 2014 integra também o Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais (PPGCS) da mesma universidade. Já coordenou grupos de trabalho/ simpósios temáticos nas seguintes associações científicas: ANPOCS, ABEP, ABET e Fazendo Gênero. Tem experiência na área de Sociologia e Estudos Populacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: relações de gênero, trabalho, família e metodologia de pesquisa.

Datas e horários:

26/04 – 18h às 21h: Articulações entre indicadores sociais e políticas públicas.

28/04- 18h às 21h: A contribuição de novas metodologias para a estruturação de perguntas na pesquisa: o caso dos estudos populacionais.

30/04 – 18h às 21h: Desafios e potencialidades dos surveys. Alguns outros exemplos práticos de usos de bancos de dados.

As vagas externas são limitadas e as inscrições devem ser realizadas nestes formulários:

a)   discentes e docentes IRI/PUC-Rio

b)   discentes e docentes de outros programas de pós-graduação (inscrições sujeitas à confirmação).

NOTAS

Para discentes do programa, lembramos que são válidas as mesmas regras de presença dos demais cursos do IRI.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com o LabMet: labmetodologia.iri@gmail.com

Confiram no site do LabMet as demais atividades que serão organizadas ao longo do semestre: https://labmetodologia.com/

Agenda Laboratório de Metodologia 2021.1

O Laboratório de Metodologia (LabMet/IRI-PUC-Rio) anuncia sua agenda para o primeiro semestre de 2021.

As fichas de inscrição, as ementas e os programas completos serão disponibilizados ao longo do semestre em nosso site (labmetodologia.com), na aba “atividades”. As inscrições também serão divulgadas por e-mail e pelas redes do IRI. Lembramos que as vagas externas são limitadas e dependem de confirmação por parte da equipe do LabMet, mas as internas (para a pós do IRI) são automaticamente aceitas.

***

Em função da pandemia causada pelo coronavirus permaneceremos realizando nossas atividades remotamente através da plataforma Zoom. Neste semestre o LabMet oferecerá dois minicursos (9h totais) e uma oficina (6h totais). As temáticas oferecidas foram pensadas com vistas a priorizar metodologias que podem ser utilizadas para a condução de pesquisas em períodos de distanciamento social. Você encontra maiores informações sobre a questão no Guia de pesquisa na quarentena: Obstáculos e possibilidades para as ciências humanas e sociais em isolamento social” que elaboramos em parceria com o Laboratório de Humanidades Digitais  (dhLab/PUC-Rio).

Nos dias 26, 28 e 30 de abril, das 18h às 21h, ofereceremos o minicurso “Abordagens quantitativas na metodologia de pesquisa social” ministrado pela Dra. Moema Guedes (Departamento de Ciências Sociais e Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UFRRJ). O minicurso curso pretende apresentar de forma introdutória algumas técnicas de pesquisa de cunho quantitativo utilizadas na pesquisa social. Além de contextualizar o surgimento e as possíveis utilizações dessas técnicas, busca-se explorar o diálogo entre metodologia e teoria partindo dos estudos de gênero e desigualdades.

Em maio, será oferecido o minicurso “Histórias de vida na contemporaneidade. Pistas para adiar o fim do mundo”, a ser ministrado pela Dra. Lúcia Ozório (Paris 8  e Paris 13 – Nord; PUC-Rio) nos dias 24, 26 e 28 de maio, das 18h às 21h. O curso trará questões sobre o como fazer para reinventar novas coordenadas de enunciação face a este i-mundo colonialista, capitalista. Para enriquecer esta problemática serão trazidas a noção de história de vida na sua dimensão político-epistemológica-decolonialista, como transição paradigmática no campo das ciências sociais. Além disso, abordará estratégias para coleta de lembranças na biografia; o momento biográfico além de outras fontes documentais para a pesquisa e, discutirá quais os limites da elaboração das histórias de vida.

Por fim, nos dias 07 e 09 de junho, o Dr. Lucas Freire (CPDOC- FGV) oferecerá a oficina “A pesquisa antropológica com documentos”. O objetivo desta oficina é apresentar aos estudantes os pressupostos da pesquisa antropológica com documentos a partir da discussão de trabalhos etnográficos que abordam o lugar central ocupado pelos documentos na constituição de determinadas situações sociais que vão desde certificar o sexo/gênero de uma pessoa a decretar um estado de calamidade pública. Destaca-se ainda que o acúmulo teórico e metodológico nesse campo nos oferece algumas dicas valiosas sobre as possibilidades e os caminhos para a investigação antropológica em tempos de isolamento social.

LANÇAMENTO LIVRO “METODOLOGIAS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS: DEBATES CONTEMPORÂNEOS. VOL. III.

Este é o terceiro livro de uma série de publicações em metodologia para as ciências sociais e as humanidades. O livro e a série surgiram como produto de algumas atividades organizadas pelo Laboratório de Metodologia (LabMet) do Instituto de Relações Internacionais (IRI) da PUC-Rio. A proposta é que cada livro reúna contribuições de diferentes áreas – relações internacionais, ciência política, política pública, sociologia, antropologia, filosofia, letras e outras – de modo a oferecer insumo para uma maior transdisciplinaridade. Sendo assim, apesar de trazer alguns exemplos práticos voltados para a política internacional, o livro dialoga com diversos campos de pesquisa.


Cada capítulo do presente livro foi escrito a partir da experiência de um dos minicursos oferecidos pelo LabMet e cada autor/a oferece uma perspectiva própria, um histórico institucional e teórico particular e uma experiência específica na metodologia abordada. Cada capítulo traz ainda dicas de como proceder para colocar cada abordagem em prática.


A realização dos cursos e a produção desse livro não seriam possíveis sem o enorme apoio oferecido pelo IRI e sem a ajuda sempre competente da equipe do LabMet. Agradecemos à professora e diretora do IRI, Marta Fernández, pelo apoio, além de às pessoas que colaboraram nesta edição – Douglas Roberto Knupp Sanque e Rodrigo Borba (UFRJ), Phoebe Kisubi Mbasalaki e Sara Matchett (Universidade da Cidade do Cabo, África do Sul), Marcelle Decothé (UFF), Maria Helena Zamora (PUC-Rio), Gabriel Fernandes Caetano (PUC-Rio) e Nycolas Candido da Silva Lau (PUC-Rio). Agradecemos ainda à CAPES, na forma do projeto PRINT 2377/2018, pelo apoio no financiamento deste volume.
Esperamos continuar contribuindo para uma reflexão cada vez mais profunda, imbricada e política do papel da metodologia na produção de um conhecimento capaz de atender melhor à complexa e desafiadora realidade em que vivemos.


Equipe do Laboratório de Metodologia em 2020:


Isabel Rocha de Siqueira, coordenadora
Ana Carolina Lacerda, assistente de pesquisa

Para acessar o e-book gratuitamente clique aqui.

MINICURSO “JUDITH BUTLER, UMA FILÓSOFA EM TRÂNSITO”

Neste semestre de 2020.2, o Laboratório de Metodologia do Instituto de Relações Internacionais/PUC-Rio ofereceu o minicurso “Judith Butler, uma filósofa em trânsito. 

O Minicurso “Judith Butler, uma filósofa em trânsito” foi  ministrado pela Dra. Carla Rodrigues (UFRJ) nos dias 23, 25 e 27 de novembro das 18h às 21h (9h totais), através da plataforma Zoom.

O objetivo deste curso foi refazer o percurso filosófico de Judith Butler a partir de um recorte específico: a escolha de conceitos que, para serem trabalhados, exigem do/a pesquisador/a transitar entre diferentes campos teóricos, de modo a identificar e complexificar a trama conceitual tecida pela autora a partir de interlocuções com a antropologia feminista, os estudos de linguagem, a sociologia e a teoria psicanalítica. 

No primeiro dia do minicurso a Proefssora Carla Rodrigues realizou uma introdução à autora e ao conceito de performatividade. No segundo, explorou como o conceito de Luto e de Corpo permeiam a obra de Judith Butler. Por fim, na sexta-feira a professora concluiu o minicurso discutindo sore os conceitos de interdependência, enquadramento e responsabilidade ética que a autora utiliza em suas obras mais recentes.

MINICURSO JUDITH BUTLER, UMA FILÓSOFA EM TRÂNSITO  
DRA. CARLA RODRIGUES  
É Professora da cadeira de Ética no Departamento de Filosofia da UFRJ, pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Filosofia (IFCS/UFRJ), onde vem se dedicando ao estudo do pensamento da filósofa Judith Butler. Foi contemplada com bolsa de produtividade do edital Jovem Cientista do Nosso Estado (Faperj, 2018/2020) com o projeto “Judith Butler: do gênero à crítica da violência de estado”. Coordena o projeto Epistemologias Feministas. É integrante do GT Filosofia e Gênero, do GT História das Mulheres na Filosofia e uma das fundadoras do GT Desconstrução, linguagem, alteridade, da ANPOF. É integrante da linha de pesquisa Gênero, raça e colonialidade, no PPGF. Coordena o laboratório Filosofias do tempo do agora, catalogado no Diretório de Núcleos de Pesquisa do CNPq. Doutora e mestre em Filosofia pela PUC-Rio.

.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com o LabMet: labmetodologia.iri@gmail.com

MINICURSO “INTRODUÇÃO À ETNOGRAFIA ONLINE”

No segundo semestre de 2020, o Laboratório de Metodologia do Instituto de Relações Internacionais/PUC-Rio ofereceu axs alunxs do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais e professores do IRI a participarem do minicurso Introdução à etnografia online ministrado pela Dra. Letícia Cesarino (UFSC). O minicurso aconteceu nos dias 19 (15h-18h), 21 (12h-15h) e 23 (15h-18h) de outubro de 2020 (9h totais) através da plataforma Zoom

No minicurso,a professora introduziu elementos básicos da etnografia em ambientes online, possibilidades de articulação com outras metodologias qualitativas, e orientações para ética em pesquisa online, registro de dados e escrita etnográfica.

Algumas das questões apresentadas e discutidas foram: como entender plataformas, websites e outros ambientes virtuais como campo etnográfico? Como articular observação participante com outras técnicas de pesquisa qualitativa? Como delimitar, coletar, organizar e registrar material encontrado online? Como mobilizar princípios éticos fundamentais na pesquisa online?

Acesse as gravações e materiais utilizados nos links abaixo:

Bibliografia

Gravação dia 1

Gravação dia 2

Gravação dia 3

MINICURSO INTRODUÇÃO À ETNOGRAFIA ONLINE

LETÍCIA CESARINO

É Professora Adjunta no Departamento de Antropologia e no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004), mestrado em Antropologia pela Universidade de Brasília (2006), e doutorado em Antropologia pela Universidade da Califórnia em Berkeley (2013), realizado com bolsa de doutorado pleno da CAPES/Fundação Fulbright. Ex-integrante da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da ABA. Tem trabalhado e publicado nos campos da antropologia da ciência e tecnologia, antropologia digital, antropologia econômica e do desenvolvimento, globalização e estudos pós-coloniais, sobre os seguintes temas: cibernética e teorias de sistemas; mídias digitais, neoliberalismo, populismos conservadores e pós-verdade; biossegurança; cooperação sul-sul, relações Brasil-África, globalizações do sul, transferência de tecnologia. Também tem atuado como tradutora inglês/português em antropologia e áreas afins.

 

OFICINA “LETRAMENTO RACIAL CRÍTICO ATRAVÉS DE NARRTAIVAS AUTOBIOGRÁFICAS”

Neste semestre de 2020.2, o Laboratório de Metodologia do Instituto de Relações Internacionais/PUC-Rio promoveu a oficina Letramento racial crítico através de narrativas autobiográficas”nos dias 28 de setembro e 02 de outubro das 15h às 18h (6h totais).

A Oficina Letramento racial crítico através de narrativas autobiográficas foi ministrada pela Dra. Aparecida de Jesus Ferreira (UEPG – Universidade Estadual de Ponta Grossa) através da plataforma Zoom.

No primeiro dia de oficina, a professora abordou questões sobre letrament racial crítico e discutiu nemenclaturas relevantes para entender identidades sociais de raça. Os referenciais teóricos utilizados par aas rflexões foram do letramento racial crítico (FERREIRA, 2015, 2014; GARDNER, 2017) e identidades sociais de raça (GOMES, 2005) e teoria racial crítica (LADSON-BILLINGS & TATE, 1998).

No segundo encontro, xs participantes produzira narrativas autobiográficas a partir da questão “como você se deu conta de que o racismo existe?”. As narrativas foramdiscutidades e analisadas como parte das atividades da oficina com base nos referenciais teóricos da pesquisa narrativa na linguística aplicada e teoria racial crítica (FERREIRA, 2015a, 2015b); LADSON-BILLINGS & TATE, 1998). Por fim, xs alunxs elaboraram o projeto “letramento racial crítico em ação” e discutiram possibildiades de outras práticas pedagógicas para serem utilizadas como metodologias no contexto da educação básica e no ensino universitário tanto para a graduação como para a pós graduação.

Aparecida de Jesus FerreiraAPARECIDA DE JESUS FERREIRA  (UEPG)

Aparecida de Jesus Ferreira tem doutorado e Pós-Doutorado pela University of London/Inglaterra. É professora Associada da UEPG – Universidade Estadual de Ponta Grossa. Ministra aulas no curso de Letras – Graduação/Mestrado. Professora visitante King’s College London, UK (2018) e na University of Bristol, UK (2020). Tem experiência na Linguística Aplicada, com ênfase em Formação de Professores, ensino/aprendizagem de línguas, análise de livro didático, letramento racial crítico intersecção com raça, gênero e classe social.

Materiais na oficina:

Slides e programa

Gravação dia 1

Gravação dia 2 (a gravação foi interrompida após a discussão sobre nomenclaturas afim de não expor xs alunxs que compartilharam suas narrativas autobiográficas0.

NOTAS

Para alunxs do programa, lembramos que são válidas as mesmas regras de presença dos demais cursos do IRI.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com o LabMet: labmetodologia.iri@gmail.com

Confiram no site do LabMet as atividades que serão organizadas ao longo do semestre: https://labmetodologia.com/

MINICURSO “ESTUDO DOS PROCESSOS INTERTEXTUAIS À LUZ DA LINGUÍSTICA TEXTUAL”

Neste semestre de 2020.2, o Laboratório de Metodologia do Instituto de Relações Internacionais/PUC-Rio ofereceu axs alunxs do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais e professores do IRI o minicurso Estudo dos processos intertextuais à luz da linguística textual.

O Minicurso Estudo dos processos intertextuais à luz da linguística textual foi ministrado pela Dra. Mônica Cavalcante (Universidade Federal do Ceará) e pela Dra. Ana Paula Lima de Carvalho (Instituto Federal do Piauí – IFPI) nos dias 21 (15h às 18h), 23 (18h às 21h) e 25 (15h às 18h) de setembro (9h totais).

Ementa:             

ESTUDO DOS PROCESSOS INTERTEXTUAIS À LUZ DA LINGUÍSTICA TEXTUAL

1º dia: Panorama dos estudos de intertextualidade;

2º dia: Intertextualidades estritas e amplas;

3º dia: As intertextualidades como estratégia de argumentação.

Os materiais utilizados e gravações podem ser encontrados aqui. Infelizmente, devido a problemas tecnicos, não conseguimos gravar o segundo dia de atividaes. No link indicado você encontrará os slides utilizados na aula.

MINICURSO “ESTUDO DOS PROCESSOS INTERTEXTUAIS À LUZ DA LINGUÍSTICA TEXTUAL”

MÔNICA MAGALHÃES CAVALCANTE (UFC)

É graduada em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (1985); tem mestrado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (1996) e doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (2000). Em 2003, fez pós-doutorado em Linguística pela Unicamp. Desde 1989, é professora da Universidade Federal do Ceará e, atualmente, é bolsista CNPq de Produtividade em Pesquisa nível PQ-1. Tem experiência na área de linguística textual, com ênfase em referenciação, intertextualidade, metadiscursividade, argumentação, heterogeneidades enunciativas, gêneros do discurso, articulação tópica e sequências textuais.

ANA PAULA LIMA DE CARVALHO (IFPI)

Graduada em Letras pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Mestre em Letras (Estudos de Linguagem) pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Doutora em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Atua como professora de Língua Portuguesa no ensino básico, técnico e tecnológico do Instituto Federal do Piauí (IFPI).

 

 

Agenda do Laboratório de Metodologia em 2020.2

O Laboratório de Metodologia (LabMet/IRI-PUC-Rio) anuncia sua agenda para o segundo semestre de 2020.2. Em função da pandemia causada pelo coronavirus permaneceremos realizando nossas atividades remotamente através da plataforma Zoom. Neste semestre o LabMet oferecerá três minicursos (9h totais) e uma oficina (6h totais). As temáticas oferecidas foram pensadas com vistas a priorizar metodologias que podem ser utilizadas para a condução de pesquisas em períodos de distanciamento social. Você encontra maiores informações sobre a questão no Guia de pesquisa na quarentena: Obstáculos e possibilidades para as ciências humanas e sociais em isolamento social” que elaboramos em parceria com o Laboratório de Humanidades Digitais  (dhLab/PUC-Rio).

Nos dias 21 (15h às 18h), 23 (18h às 21h) e 25 (15h às 18h) de setembro ofereceremos o Minicurso “Estudo dos processos intertextuais à luz da Linguística Textual” ministrado pela Dra. Mônica Cavalcante (Universidade Federal do Ceará) e pela Dra. Ana Paula Lima de Carvalho (Instituto Federal do Piauí – IFPI). O minicurso nos dará um panorama dos estudos sobre intertextualidade, além de abordar intertextualidades estritas e amplas enquanto estratégias de argumentação.

Ainda em setembro, teremos  a Oficina “Letramento Racial  Crítico Através de Narrativas Autobiográficas” ministrada pela Dra. Aparecida de Jesus Ferreira (Professora Associada – UEPG – Universidade Estadual de Ponta Grossa) nos dias 28 de Setembro e 02 de Outubro, das 15h às 18h.

Nos dias 19, 21 e 23 de outubro a Dra. Letícia Cesarino (PPGAS/UFSC) oferecerá o Minicurso “Introdução à etnografia online”.  O curso introduzirá elementos básicos da etnografia em ambientes online, possibilidades de articulação com outras metodologias qualitativas, e orientações para ética em pesquisa online, registro de dados e escrita etnográfica. Algumas das questões a serem apresentadas e discutidas são: como entender plataformas, websites e outros ambientes virtuais como campo etnográfico? Como articular observação participante com outras técnicas de pesquisa qualitativa? Como delimitar, coletar, organizar e registrar material encontrado online? Como mobilizar princípios éticos fundamentais na pesquisa online?

Nossa última atividade do semestre será um Minicurso “Judith Butler, uma filósofa em trânsito”, ministrado pela  Dra. Carla Rodrigues (Instituto de Filosofia e Ciências Sociais – UFRJ) nos dias 23 (18h às 21h), 25 ( 18h às 21h) e 27 de novembro (18h às 21h) O objetivo deste curso é refazer o percurso filosófico de Judith Butler a partir de um recorte específico: a escolha de conceitos que, para serem trabalhados, exigem do/a pesquisador/a transitar entre diferentes campos teóricos, de modo a identificar e complexificar a trama conceitual tecida pela autora a partir de interlocuções com a antropologia feminista, os estudos de linguagem, a sociologia e a teoria psicanalítica.

As fichas de inscrição, ementas e programas completos serão disponibilizados ao longo do semestre em nosso site (labmetodologia.com), na aba “atividades”.

Por fim, encorajamos o acompanhamento do  curso de escrita acadêmica organizado pela professora Rosana Pinheiro-Machado. As aulas estão sendo disponibilizadas no canal da professora às terças e sextas feiras às 15h.

Guia de Pesquisa na Quarentena

O “Guia de pesquisa na quarentena: Obstáculos e possibilidades para as ciências humanas e sociais em isolamento social” foi elaborado pelo Laboratório de Humanidades Digitais  (dhLab)  e  o  Laboratório  de  Metodologia  (LabMet)  do  Instituto  de  Relações Internacionais  (IRI),  ambos da PUC-Rio,  a  partir  da  necessidade  de  discutir  a  pesquisa acadêmica de Ciências Sociais e Humanas no atual contexto imposto pela pandemia do novo coronavírus.
Como realizar pesquisas em Ciências Sociais e Humanas que exigem trabalho de campo? É possível realizar entrevistas ou atividades de observação participante a partir da própria casa? E quais outras metodologias e outros métodos podem ser importantes nesse momento? Como manter um projeto de pesquisa relevante frente a essa brusca transformação  do  cenário  global?  Essas  são  algumas  das  questões  que  emergem  do panorama atual.
A  ideia  inicial  da  elaboração desse documento era a de auxiliar as pesquisadoras durante o período de isolamento social.  Contudo,  acreditamos  que  ele  também  pode  ser  útil  em  casos  em  que  sejam necessárias adaptações por conta do isolamento social e desenvolvimento de estratégias para  pesquisas  que  precisam  ser  adaptadas  por  razões  outras,  como  a  dificuldade de acesso às fontes primárias, por exemplo.
Para a elaboração deste Guia, o dhLab e o LabMet circularam um questionário  entre  as  docentes  e discentes de pós-graduação dos departamentos e institutos de Humanidades e Ciências
Sociais da PUC-Rio. Agradecemos a todas que responderam ao formulário pelas valiosas sugestões.
As questões apresentadas tinham como objetivo compreender quais eram as principais dificuldades na condução da pesquisa acadêmica durante a pandemia e quais estratégias as pesquisadoras vinham adotando desde então para transpor esses obstáculos.
O Guia oferece um breve resumo do contexto originado pela pandemia e uma discussão sobre como ela vem afetando a educação superior e a produção científica  mundial,  chamando  atenção  os  aspectos  especificamente  relacionados  a questões de gênero, classe e raça. Oferece também um levantamento de métodos e metodologias de pesquisa que podem ser utilizadas para a  adaptação de  pesquisas em contextos de isolamento social, com exemplos de artigos, websites,  bibliografia  especializada  e  sugestões  de  plataformas  para  a  realização  de surveys, entrevistas e armazenamento de dados qualitativos.
Esperamos que ajude e ficamos à disposição!
Equipes do dhLab e LabMet

[DIVULGAÇÃO] Curso de Escrita Acadêmica

LabMet recomenda:

A Professora Rosana Pinheiro Machado (University of Bath) coordena o “Curso de Escrita acadêmica” com o apoio do Instituto de Bioética, Direitos Humanos  e Gênero. Segundo o programa, o Curso tem o objetivo de preparar estudantes e acadêmicas/os para a escrita científica abordando os seguintes eixos: a) questões textuais e linguísticas, b) questões psicológicas e sociais, c) projeto, problema e artigo d) publicações e carreiras. A aula de apresentação aconteceu no dia 24 de Julho e encontra-se disponível no youtube. A primeira aula do curso será ministrada pela professora Janaisa Viscardi (Unicamp) e acontecerá terça-feira, dia 28 de Julho de 2020 às 15h.

Informações básicas
● Onde: Canal do Youtube de Rosana Pinheiro-Machado <
● Data de Início: 24 de Julho de 2020
● Vídeos novos: Terças e sextas, às 15h (aulas gravadas serão intercaladas com lives)
● Duração das aulas: 20-40 min
● 19 aulas em formato de vídeos e lives + aulas bônus com dicas e reflexões sobre a escrita

Público-alvo
● Estudantes do ensino médio que queiram cursar carreira universitária e/ou aperfeiçoar
como escrever uma monografia
● Estudantes de graduação
● Estudantes de pós-graduação
● Profissionais da área acadêmica em geral

Professores
Adriana Amaral, Unisinos
Alvaro Bianchi, Unicamp
Cristiano Rodrigues, UFMG
Debora Diniz, UnB e Brown University
Fhoutine Marie, PUC-SP
Flavio Comim, Universitat Ramon Llull e University of Cambridge
Janaisa Viscardi, Unicamp
Karina Kuschnir, UFRJ
Leandro Durazzo, UFRN
Luciana Brito, ANIS
Luiz Augusto Campos, IESP-UERJ
Rosana Pinheiro-Machado, University of Bath
Simone Sarmento, UFRGS
Tatiana Vargas Maia, Universidade LASALLE
Winnie Bueno, UFRGS
Xaman Minillo, University of Bristol e UFPB